Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Celso Sacavém

Os meus pensamentos

Os meus pensamentos

Fados

 

             0 Sesimbra3 WIKI.jpg

                                                                                                  

 Fado de Coimbra    (1)      

 

 

                                     É falso o que se diz por toda a parte.

                                     Que falta sentimento aos cantadores,

                                     que a nós, fadistas, falta o senso de arte.

                                     Que somente cantamos vãos louvores.

                                     É falso, muito falso o que se diz

                                     sobre o fado da gente lusitana!

                                     Olhando o meu passado e o que fiz

                                     sinto invadir-me a alma força insana.

                                     Revendo o meu passado de labor

                                     em prol desta canção que me fascina

                                     sobe à minha garganta mais calor

                                     e canto porque o fado me domina.

                                     O fado é sentimento que seduz

                                     o coração dum povo belo e nobre.

                                     O fado é vida e cor, sorriso e luz.

                                     É riqueza de quem já nasceu pobre.

                                     O fado é sã cantiga que nos fala

                                     do nosso dia-a-dia amargurado.

                                     É sorriso de mãe que nos embala,

                                     é amigo constante e dedicado.

                                     Por isso minha vida de labuta

                                     eu dei ao ideal que me consome.

                                     E enquanto não findar a minha luta

                                     cantarei as virtudes do seu nome.

                                     É falso o que se diz sem piedade

                                     do fado meigo e bom, suave e terno,

                                     do fado que nos fala da saudade,

                                     do fado, sol da vida, amor eterno.

 

 

 

         Celso Sacavém             celsosacavem.blogs.sapo.pt          @celso.pereira.525

         www.facebook.com/celso.pereira.3           www.instagram.com/celsopereira525

                                                 Pt.pinterest.com/papi_celso/

 

 

          0 Carlos Paredes (1925 -2004) WIKI.jpg 

                                                                          Carlos Paredes  (1925 -2004)      (2)

 

 

 

(1) - Fado de Coimbra

 

https://pt.wikipedia.org/wiki/Fado#O_Fado_em_Coimbra

 

O Fado em Coimbra

Muito ligado às tradições académicas da respectiva Universidade, o Fado de Coimbra [19] tem as suas origens nos estudantes de todo o país que levavam as suas guitarras para Coimbra e, como ainda hoje se assiste, é exclusivamente cantado por homens e tanto os cantores como os músicos usam o traje académico: calças e batina pretas, cobertas por capa de fazenda de lã igualmente preta. Canta-se à noite, quase às escuras, em praças ou ruas da cidade. O local mais típico é na praça junto ao Mosteiro da Sé Velha. Também é tradicional organizar serenatas, em que se canta junto à janela da casa da dama que se pretende conquistar.

O Fado de Coimbra é acompanhado igualmente por uma guitarra de Coimbra e uma guitarra clássica (também aqui chamada "viola").

Temas mais glosados: os amores estudantis, o amor pela cidade, e outros temas relacionados com a condição humana.

 

 

 

 

(2) - Carlos Paredes  (1925 -2004)

 

 

https://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Paredes

 

Carlos Paredes  (1925 -2004)

Foi um dos grandes guitarristas e é um símbolo ímpar da cultura portuguesa. É um dos principais responsáveis pela divulgação e popularidade da guitarra portuguesa e grande compositor. Carlos Paredes é um guitarrista que para além das influências dos seus antepassados - pai, avô, e tio, tendo sido o pai, Artur Paredes, o grande mestre da guitarra de Coimbra - mantém um estilo coimbrão, a sua guitarra é de Coimbra, e própria afinação era do Fado de Coimbra. A sua vida em Lisboa marcou-o e inspirou-lhe muitos dos seus temas e composições.

Ficou conhecido como O mestre da guitarra portuguesa ou O homem dos mil dedos.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D